Paroquial

Jovens são destaque no sétimo dia da novena do padroeiro

Motivada pela memória de São Luís Gonzaga, patrono da Juventude, celebrado no dia 21 de junho, a paróquia dedicou o sétimo dia da novena de seu padroeiro aos jovens que animaram a liturgia desse dia. 


Publicado em: 22/06/2022 12:05:00

Jovens são destaque no sétimo dia da novena do padroeiro

O sétimo dia da novena de São João Batista, celebrado nesta terça-feira, 21, na paróquia São João Batista, em Viçosa (MG), teve rosto jovem. Com direito a encenação do batismo de Jesus protagonizada pela juventude, a missa foi animada pelos jovens e presidida pelo pároco da paróquia São Silvestre, padre José Afonso de Lemos, e concelebrada pelo pároco de São João Batista, padre Geraldo Martins.

Padre José Afonso exortou os jovens a buscarem sempre mais a Jesus Cristo e a testemunhá-lo a outros jovens. “Jovens, quem tem Cristo, tem tudo e nada [lhe] falta”, disse o presidente da celebração. “Uma pessoa que se deixa iluminar por Jesus Cristo torna-se também iluminadora de outras vidas”, completou.

A comunidade foi incentivada pelo padre a acolher juventude e, ao mesmo tempo, a ir ao encontro dos jovens que estão afastados de Cristo e da Igreja. “Precisamos trazer os jovens que ainda não fizeram a experiência de Jesus Cristo”, disse padre José Afonso.

Segundo afirmou, é necessário ter criatividade e ousadia para levar a Boa Nova de Jesus aos jovens que estão afastados da Igreja. “Muitos jovens estão perdidos não porque sejam pessoas más, mas porque nós não conseguimos contagiá-los. Às vezes chegamos atrasados ou nem chegamos [até eles]”, acrescentou, lembrando a violência que tira a vida de jovens e o número de jovens encarcerados.

Padre José Afonso motivou os jovens a serem evangelizadores de outros jovens pelo testemunho. “Jovens, sejam missionários. [Preguem] não apenas com palavras, mas preguem com a vida. Deem testemunho. O mais importante é deixar-se impregnar por Jesus Cristo”, sublinhou.

Encenação e Bênção

A criatividade dos jovens, lembrada pelo padre José Afonso, deu brilho à liturgia com a encenação do batismo de Jesus feita por um grupo de jovens. Representando João Batista, o coordenador dos grupos de jovens da paróquia, João Victor, destacou sua alegria ao ver tantos jovens na Igreja. .

“Foi uma alegria e uma emoção que não têm explicação ver a igreja cheia de jovens. Foi tudo maravilhoso e tenho certeza de que São Luís Gonzaga e São João Batista ficaram muito felizes ao ver a nossa paróquia cheia de jovens louvando o Senhor”, disse.

Para o coordenador da juventude é importante que os jovens mostrem aquilo de que são capazes e o valor que têm no meio da comunidade. “Com essa oportunidade, pudemos mostrar a força da PJ [Pastoral da Juventude] na nossa comunidade para aqueles jovens que ainda não conhecem o caminho do Senhor”, observou. “Todos nós sabemos como o mundo de hoje está perdendo os jovens por causa das drogas e da violência. É muito importante podermos chamar a atenção daqueles jovens que estão perdidos e trazê-los para nosso meio”, completou.

A jovem Larissa do Nascimento, que ajuda nas transmissões das missas pelo canal youtube da paróquia, também gostou da participação dos jovens na celebração. “Foi uma experiência muito calorosa, como jovem, ver outro jovem atuando nas funções da missa. Passa uma representatividade e uma idealização do que eu também posso fazer, além, de uma sensação de acolhimento”, contou.

Segundo a jovem, a missa dá visibilidade e favorece sua integração na Igreja. “Ter jovens na novena mostra que os jovens, fazem parte ativamente da paróquia, assim como todas as outras pastorais e comunidades, além de também promover e mostrar aos jovens que não participam ativamente que há um lugar para eles serem úteis enquanto a Igreja”, concluiu.

Terminada a encenação, todos os jovens presentes na celebração apresentaram-se diante do altar e receberam do padre José Afonso uma bênção especial, juntamente com os agentes da Pastoral da Sobriedade e membros do Grupo de Oração. Convidados pelo pároco, os jovens se aproximaram da imagem de São João Batista para a oração da novena e encerramento da celebração.